• Sexsência

Filmes em motel

Por Daniel Mattoso


Olá sexsencers, quando um casal vai a um motel, a única certeza que temos é que eles irão ter relações sexuais. Mas, entre uma relação e outra, muitos conversam, trocam confidências e acabam tendo histórias bem interessantes. E esse tema, fez com que alguns diretores tivessem a ideia de filmar um longa metragem se passado totalmente em um quarto de motel.


“Entre lençóis” é o primeiro que irei falar, pois foi o que conheci inicialmente. Paolla Oliveira e Reynaldo Gianecchini dão vida a Paula e Roberto, respectivamente. Nos primeiros cinco minutos, estão em uma festa, se conhecem, e vão para um motel, onde passam todo o filme.



Imagem de divulgação


Ele que está em crise no casamento. Ela está para se casar, mas não tem certeza de sua escolha. Depois da primeira cena tórrida de sexo, os dois começam a conversar e se conhecer. Paolla é linda, carismática e entrega um papel que é sensual e enigmático ao mesmo tempo. Bem abaixo, está Reynaldo, mas seu papel fica bem compatível fisicamente com Paolla.


O filme foi gravado em apenas 4 dias e tem apenas o casal como elenco. Se trata de uma produção curiosa, enxuta e porque não, divertida, principalmente para ver com uma companhia amorosa. Muita gente comenta que, é um filme barato e uma produção bem fácil de se fazer. A ideia é simples sim, mas o roteiro tem a função de nos deixar curiosos para ver até onde aquela trama irá. Igualmente a essa história, temos outros dois longas. Em “Na Cama” (Em la cama) no original, é um longa chileno com a mesma história. A diferença, é que considero esse casal com mais química e estão bem mais à vontade. Há mais cenas de nudez, inclusive masculina. Sem contar que o casal falando espanhol, dá uma sensualidade maior às cenas.


O último filme de nossa lista, se trata “Um quarto em Roma” (Room in Rome). Aqui são duas mulheres que estrelam. Alba é interpretada pela Elena Anaya, que ficou conhecida como a Dra. Veneno, de “Mulher Maravilha” e ainda fez o filme do Pedro Almodovar, “A pele que habito”, em um papel surpreendente. Já Natasha, sua parceira em cena, é interpretada pela modelo lindíssima Natasha Yarovenko, que nunca fez nada de interessante. As duas têm cenas muito bonitas, com uma iluminação bem particular para valorizar os corpos femininos. O quarto deste tem uma sacada em que elas usam diversas vezes para conversar, o que deixa o clima claustrofóbico diferente dos outros dois filmes anteriores. Uma crítica apenas, é um homem que pede a elas para participar deixando todo o clima bonito delas, mas com uma pitada de machismo totalmente desnecessário. Então, se estiverem procurando um filme fácil para assistir, com uma boa companhia, podem escolher qualquer um dos três. Super recomendo.



0 visualização

Quanto o nosso conteúdo modificou a sua vida?

A Equipe Sexsência é composta por 6 profissionais que dão seu máximo para a produção de conteúdo nas redes sociais, nas matérias da revista e na produção das lives com entrevistados. 

Nós trabalhamos de forma colaborativa e sem pro labore. 

Apoie o nosso trabalho para que continuemos levando a você conteúdo de qualidade com muita criatividade. Basta apontar o leitor de QR Code de seu celular para contribuições pontuais ou escolha nosso crowdfunding mensal. 

© 2020 by Sexsência

Crowdfunding

Em breve