• Sexsência

Frenesi

Por Lino Naderer e Gabriel Ilan


É um comportamento no qual uma pessoa que é muito nova no BDSM fica muito empolgada após experiências iniciais (às vezes atribuída a um sentimento de recuperar o tempo perdido) e prossegue com muito pouca cautela, preocupação consigo mesmo, emoções comprometidas e julgamento prejudicado devido à excitação que essas novas experiências podem causar. Geralmente, um estado que alguns comparam com a pressa que as pessoas têm e com a grande necessidade de sentir aquela sensação novamente e novamente ou mesmo comparar a inexperiência de quem estaria passando pelas primeiras experiências sexuais.


Foto de Екатерина Александровна


Essas pessoas se comportam de maneiras que normalmente não fariam, porque elas são novas no BDSM e é tudo tão cheio de emoções fortes, loucas e avassaladoras, tudo interessante, novo, e elas só querem fazer tudo AGORA AGORA AGORA, e querem sentir tudo isso, e basicamente deixam todo o senso comum e bom senso para trás. Essencialmente, colocando-se em situações realmente inconsequentes que não fariam se lembrassem de pensar claramente, acalmarem-se e lidarem com essas coisas novas como uma pessoa responsável.


Com o “achado” da comunidade BDSM, sentem uma “onda” de excitação, um frisson de repente, sentem que esta é a fonte. A realização ou identificação disso pode ser positiva e negativa. Para muitos, há um período de negação, raiva, repugnância, medo, hesitação, temeridade e esperança. Todas essas emoções parecem ocorrer simultaneamente, deixando confusão e ansiedade. Começam a “classificar” os eventos e motivações que ocorreram durante toda a vida. Vendo os padrões, as dicas, a presença de seus desejos de muitas maneiras diferentes. Explica ações inexplicáveis ​​anteriores que eles podem ter tomado e vê as ações de si e dos outros de um ponto de vista completamente diferente, encaixam coisas da sua vida que podem ser explicadas dentro do BDSM. À medida que começam a processar toda essa nova informação, eles se tornam plenamente conscientes de que a fonte de todas essas necessidades e desejos reprimidos é atingível. Não só isso, mas de uma forma bastante acessível em tempo hábil.


O que ocorre a seguir é uma louca correria ou corrida em direção a “encontrar” aquela pessoa especial que pode atender àquelas necessidades tão desatendidas, unidas a um desejo desesperado de reunir mais e mais informações. Isso muitas vezes desencadeia ou impulsiona o início de um estado de frenesi. Esta é uma sensação crescente e progressiva de “necessidade”. Bastante rapidamente, a pessoa pode descobrir que “conseguir sua correção” se torna extremamente importante em suas vidas. Pode deixá-los irracionais, dispostos a tomar decisões erradas, imprudentes, impulsivos e geralmente inconsequentes. A pessoa entra em um estado frenético e mais vulnerável a sucumbir aos estratagemas daqueles mal intencionados. Podem tornar-se facilmente cativados, acreditarem estarem “apaixonados”, dispostos a ceder qualquer coisa (quase literalmente) para preencher esse enorme vazio em sua vida.


Com submissos esse novo contato faz com que quase qualquer Dominador prenda sua atenção. O primeiro presente dado aqui é o senso comum, que é deixado de lado, assim como toda a bagagem que formamos na vida para não cairmos em ciladas. As sensações pegam carona, com isso quero dizer que o submisso ao descobrir a comunidade e toda a excitação e sentimentos que envolvem “encontrar sua casa”, pode facilmente acumular seu “desejo” de ser completado e atacar o primeiro candidato que aparece como “único”. Eles investem tudo, acreditam em tudo e aproveitam a oportunidade. Eles normalmente acabam tendo algum tipo de experiência desagradável ou abusivo e, voltam atrás tentando descobrir o que está errado em seu novo mundo.


Além disso, um submisso após o rompimento com seu Dominante irá lenta, mas seguramente entrar em um estado de necessidade. Esta é, na minha opinião, um estado natural pelo qual o submisso projeta sua disponibilidade e desejo por um novo companheiro. As experiências dentro do relacionamento são, em muitos aspectos, viciantes. O estado de euforia natural que uma pessoa pode sentir durante uma cena pode desencadear uma fome para vivenciá-la novamente. Isso é idêntico à introdução de qualquer químico dependente de drogas no organismo, os mesmos “sintomas” em muitos aspectos.


Eles irão espelhar as aparentes ‘necessidades’ do Dominante com quem eles estão falando para parecer o candidato perfeito para uma futura aliança. É normal dizerem “não ter limites”


É aconselhável ter um protetor* e/ou mentor* e um espaço seguro e monitorado para jogar, pois eles podem ajudar a equilibrar toda essa vontade. Durante esse período de frenesi ou frenesi em potencial, se um protetor ou mentor for selecionado, eles frequentemente estabelecerão limites para a quantidade que um jogador desempenha para garantir a saúde de seu corpo e mente, examinar com quem a pessoa brinca, ajudar a negociar, monitorar cenas e garantir que a pessoa não mergulhem em relações romantizadas e nas coleiras instantâneas, sem uma boa negociação, consentimento informado e a cautela.


Protetor e Mentor — os dois tem funções diferentes, que as vezes andam juntas, mas uma característica que compartilham é de não querer usar e/ou jogar com seu protegido e/ou mentorado, senão retornamos aos mesmos problemas citados a cima.


#bdsm

#linonaderer

#sexsencia

#mariannakiss

0 visualização

Quanto o nosso conteúdo modificou a sua vida?

A Equipe Sexsência é composta por 6 profissionais que dão seu máximo para a produção de conteúdo nas redes sociais, nas matérias da revista e na produção das lives com entrevistados. 

Nós trabalhamos de forma colaborativa e sem pro labore. 

Apoie o nosso trabalho para que continuemos levando a você conteúdo de qualidade com muita criatividade. Basta apontar o leitor de QR Code de seu celular para contribuições pontuais ou escolha nosso crowdfunding mensal. 

© 2020 by Sexsência

Crowdfunding

Em breve