• Sexsência

Jovens, ricos e cruéis

Por Daniel Mattoso


Olá Sexssencers.


A Coluna 69 vai falar hoje de dois filmes, que têm muito em comum:


1. foram lançados na mesma época (1999 e 1998);

2. têm jovens conhecidos no elenco;

3. a história gira em torno de uma família rica;

4. há assassinatos inesperados;

5. há continuações horrorosas, que foram lançadas diretamente em vídeo, sem o elenco original;

6. e, por último, os jovens são colírios para os olhos.



Foto de divulgação


Lançado em 1999, o filme “Segundas Intenções” conta a história de dois meio-irmãos, Kathryn (a inesquecível Sarah Michelle Gellar) e Sebastian (Ryan Phillippe). Eles são ricos, esnobes, arrogantes e gostam de desafios. Uma aposta que Kathtryn propõe para o meio irmão é seduzir a jovem e inocente Annette (Reese Whiterspoon) e levá-la para cama. Se ela vencer, ele lhe dará o veículo Jaguar 56, mas em caso de derrota, Kat se entregará a ele na cama: algo extremamente desejado por Sebastian. Ao longo da projeção do longa, há ainda outras vítimas das maldades do casal de irmãos, como a incrível Cecile (Selma Blair).

O filme tem um final extremamente interessante, com atuações do quarteto citado, muito convincentes e transformando a eterna Buffy em uma vilã exemplar.


Um ano antes, chegava aos cinemas uma das tramas mais rocambolescas que já vi na vida. “Garotas Selvagens” é um filme tão cheio de reviravoltas, que fica difícil falar sobre, sem dar nenhum spoiler. Mas, a trama gira em torno de duas jovens bem diferentes que se odeiam: uma é patricinha (Denise Richards), enquanto a outra é uma rebelde gótica (Neve Campbell). As duas acusam igualmente um professor Lombardo (Matt Dillon) de assediá-las sexualmente. A investigação mostra que as jovens mentiram quanto à acusação, dando início a uma trama com bastante sensualidade e cenas tórridas de romances, inclusive entre as duas jovens. O filme ainda traz Kevin Bacon, Theresa Russell e Bill Murray, como o impagável advogado do professor Sam Lombardo.


Depois do sucesso dos longas, outras continuações foram lançadas sem os elencos originais. Consideradas fracas (e realmente são), de longe não fizeram o barulho dos filmes lançados nos cinemas. As continuações focaram em requentar o que os originais trabalharam. Tanto que “Garotas Selvagens” virou uma franquia de filmes eróticos, com mais modelos que atrizes, sem nenhuma preocupação com um mínimo de atuação. Já “Segundas Intenções” trocou os atores, mas permaneceu com a tentativa de dar continuidade à história dos irmãos, na continuação. No terceiro, já foi uma história toda nova. Uma curiosidade é que, a atriz que faz a Kathyryn é a ótima Amy Adams, em início de carreira, que é a única coisa boa dessa continuação.


Minha dica fica sendo esses dois filmes, um mais voltado para o policial e o outro mais para o romance. Mas, os dois são igualmente bem dirigidos, têm belas paisagens, tramas surpreendentes, têm cenas bem sensuais e possuem jovens bonitos e cruéis.


0 visualização

Quanto o nosso conteúdo modificou a sua vida?

A Equipe Sexsência é composta por 6 profissionais que dão seu máximo para a produção de conteúdo nas redes sociais, nas matérias da revista e na produção das lives com entrevistados. 

Nós trabalhamos de forma colaborativa e sem pro labore. 

Apoie o nosso trabalho para que continuemos levando a você conteúdo de qualidade com muita criatividade. Basta apontar o leitor de QR Code de seu celular para contribuições pontuais ou escolha nosso crowdfunding mensal. 

© 2020 by Sexsência

Crowdfunding

Em breve