• Sexsência

Sexo na gravidez

“Vou cutucar o bebê, amor?!” Quantas vezes você já ouviu isso durante a sua gravidez? Eu ouvia toda vez que a minha barriga ficava maior. Sexo na gravidez... Vem comigo que eu tiro suas dúvidas. Em geral, as relações sexuais durante a gravidez podem e devem ser mantidas sem que exista qualquer risco para o bebê ou para a grávida, além de trazer vários benefícios para a saúde da mulher e do casal. Mas, quando há risco de aborto ou descolamento da placenta, é necessário fazer o sacrifício de ficar longe sexualmente do maridão ou ainda por recomendação médica quando você possui histórico de insuficiência no colo do útero. É claro que, mesmo tendo o ok do seu ginecologista, durante a gestação podem ocorrer dilatação do colo do útero, insuficiência cervical, dores e cólicas fortes, ruptura prematura de membranas e trabalho de parto prematuro, mas isso nada tem a ver com a relação sexual, por isso, em caso de dor, corrimento vaginal anormal ou sangramento corra para o médico, combinado?!

Mesmo assim eu sei que bate aquele medinho do homem logo no primeiro trimestre e todos aqueles sintomas chatos para nós mulheres, fora a tribulação hormonal que nos deixa à flor da pele e muitas acabam tendo o desejo sexual diminuído. Bem, para o primeiro caso, diálogo, avise ao seu marido que ele não vai machucar o bebê, porque há um tampão espesso de muco que fecha o colo do útero protegendo-o contra infecções, além do saco amniótico e a forte musculatura do útero. E, se você foi como eu que não perdi o desejo sexual, a vida continua. Mas, se você está no time das que perderam o desejo, não entre em pânico porque vai passar. Aí você mostra este texto para o maridão que ele vai entender e garanto que ele te ama e por isso terá muita paciência, já que o desejo volta ao normal no segundo trimestre e mais... Você ainda pode voltar com mais apetite ainda. Uiiiii... Aí o negócio pega fogo de vez. No terceiro e último trimestre de gravidez o desejo se mantém, mas podem surgir dor e o desconforto provocados pelo peso da barriga, pois ela acaba mudando o centro de gravidade da mulher, e aí é que o Sexsência entra em ação para te indicar as posições mais confortáveis. De ladinho... Adoro! Ficar de lado na posição de conchinha pode ser uma das mais confortáveis para a mulher, ainda mais quando você aposta num travesseiro entre os joelhos ou embaixo do quadril, pois além da barriga não atrapalhar, ela também fica bem apoiada no colchão. Adotar posições em que você fica por cima do seu parceiro, como a montada ou sentada, são ótimas opções que permitem um maior controle na profundidade e intensidade da penetração, ao mesmo tempo que fazem com que a barriga não fique no caminho atrapalhando. Por trás... Adotar a posição de “cachorrinho” ou outras posições em que o homem faz a penetração por trás também são ótimas para os períodos onde a barriga está grande, pois permitem uma grande liberdade de movimentos. Outra opção, consiste deitar com o bumbum bem perto da beirada da cama, enquanto o seu parceiro está de pé ou de joelho no chão. Agora você vai me perguntar... E o sexo após o parto? Bem, durante as primeiras 3 semanas após o parto, não é recomendado ter relações sexuais, pois a região íntima precisa de recuperar e sarar de suas lesões, ainda mais quando o parto é normal ou natural. Além disso, neste período os músculos vaginais da mulher podem ficar flácidos, e o canal vaginal “mais largo”, e ela ainda pode ter incontinência urinaria... É muito importante fortalecer a região por meio de exercícios específicos, chamados Exercícios de Kegel. Há fisioterapeutas especializados que podem ensinar isso a você, porque eu ainda não cheguei nesta etapa. Passado esse tempo de recuperação, com autorização do médico é indicado retomar o contato íntimo regular, porém esse pode ser um período estressante e de grandes inseguranças, pois a mulher terá de se adaptar ao seu novo corpo. Além disso, o recém-nascido exige muito tempo e atenção, o que deixa os pais cansado e exaustos, podendo contribuir para uma diminuição do desejo sexual nos primeiros tempos.

Segue o vídeo deste texto: https://www.youtube.com/watch?v=WIswQLLkptE&t=83s Foto de Vinicius Victor Como especialista em sexualidade eu atendo dúvidas sobre: identidade de gênero, orientação sexual, autoestima e disfunções e inadequações sexuais, de segunda a sábado on line e você pode me procurar no sexsencia@yahoo.com. Conheça também os cursos que ministro no https://www.sexsencia.com.br/cursos-e-treinamentos e meus livros no https://www.sexsencia.com.br/copia-meus-livros #amoesexo #especialistaemsexualidade #clitoris #comoestimularoclitorisdela #orgasmoclitoriano #orgasovaginal #tiposdevulva #orgasmo #sexonagravidez #comonaomachucarobebenosexo Eu fico por aqui, gratidão por me ler, cópula a tergo e muita intumescência para o seu dia. Marianna Kiss

0 visualização

Quanto o nosso conteúdo modificou a sua vida?

A Equipe Sexsência é composta por 6 profissionais que dão seu máximo para a produção de conteúdo nas redes sociais, nas matérias da revista e na produção das lives com entrevistados. 

Nós trabalhamos de forma colaborativa e sem pro labore. 

Apoie o nosso trabalho para que continuemos levando a você conteúdo de qualidade com muita criatividade. Basta apontar o leitor de QR Code de seu celular para contribuições pontuais ou escolha nosso crowdfunding mensal. 

© 2020 by Sexsência

Crowdfunding

Em breve